Proposta do governo é rejeitada por servidores!

Rio de Janeiro – Representantes dos servidores públicos federais, reunidos em Plenária Nacional da base da Condsef, rejeitam a proposta salarial enviada pelo governo, na última quarta-feira (26/08). Mais de 80% dos trabalhadores do serviço público federal é representado pela Confederação.

A proposta do governo previa: reajuste em benefícios como auxílio-alimentação, assistência à saúde e pré-escolar e mudanças na média dos pontos da gratificação de desempenho para fins de aposentadoria que sofreriam alterações também ao longo de 4 anos. Os servidores já aposentados seriam contemplados com as alterações das regras. E para que sejam encaminhados, todos os itens da pauta devem ser considerados. Ou seja, para garantir um é preciso aceitar o outro.

As diversas categorias intensificarão as paralisações e atos em seus Estados. Momento em que a participação massiva dos servidores é fundamental para aumentar a pressão junto ao governo. Servidores do Judiciário, INSS, professores e técnicos das Universidades, Incra, Saúde Indígena, Funasa, INPI, Agricultura, Funai, Ibama, Cultura, Instituto Evandro Chagas, administrativos fazendários, da AGU e também da PRF, Sesai, Dnocs, Ipen e outros se mantém organizados.

 

Por Fernanda Fonseca

mapagreve270815

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Deixe um comentário