Dirigentes do Sinfa-RJ são eleitos para coordenação do DOMC

SINFA RJ » Destaques » Política, Economia e Sociedade

O Sinfa-RJ participou, no último sábado (19), do Encontro do DOMC – CondSef (Departamento do Pessoal Civil dos Órgãos Militares da CondSef). A atividade teve início às 9 da manhã e durou por todo período matutino, sendo aberta pelo Secretário Geral da CondSef e, logo em seguida coordenada pelo Diretor de Imprensa da entidade, Luís Cláudio de Santana (Presidente do Sinfa-RJ) e secretariada pela Secretária Geral do Sinfa-RJ e diretora da CondSef, Arlene Carvalho. Os diretores do Sinfa-RJ Gilson Britto e Maria de Fátima Pilar Santiago foram eleitos para compor a coordenação do DOMC nesse encontro.

Em sua fala de abertura, Sérgio Ronaldo parabenizou o Sinfa-RJ por seus 31 anos e defendeu uma campanha nacional para combater as mentiras veiculadas pela grande mídia sobre o papel dos Servidores Públicos. A ideia é lançar a campanha antes de 28 de outubro para dialogar com a sociedade:

“Nós estamos trabalhando uma campanha nacional, com todas as centrais sindicais, com todas as entidades do conjunto do funcionalismo público, para que possamos fazer o contraponto às inverdades que eles colocam sobre os servidores públicos.” – defendeu Sérgio Ronaldo.

O Secretário Geral da CondSef também criticou a ausência de reajuste salarial há 4 anos e valorizou a presença massiva das lideranças de trabalhadores civis que atuam em órgãos militares no encontro do DOMC. Diversos dirigentes do Sinfa-RJ participaram da atividade.

O Presidente do Sinfa-RJ fez uma breve avaliação da situação dos servidores vivis do Ministério da Defesa e criticou a postura do Ministério da Economia que impede o avanço das pautas da categoria, articuladas com a Defesa no ano anterior. Luís Cláudio também exaltou a ação promovida pelo Sinfa-RJ com relação à Operação Grande Muralha, que busca dar o mesmo benefício recebidos pelos militares por conta dos riscos de exposição à covid-19 aos servidores civis que atuam em hospitais e organizações que possuem ambulatórios.

Outro ponto citado pelo Presidente do Sinfa-RJ no encontro foi a Reforma Administrativa. Com muitas críticas ao projeto, Luís Cláudio, lembrou que as negociações estavam estagnadas desde o começo do ano para esperar a Reforma Administrativa e afirmou que o projeto colocado preocupa bastante por afetar os servidores que estão em atividade.

“O que está posto aí é apenas um cheque embranco que o presidente passou pro Congresso Nacional para acabar de derrubar os servidores.” – afirmou o Presidente do Sinfa-RJ.

Luís Cláudio lembrou também que, pelo que diz o governo, novas fases da Reforma Administrativa ainda estão por vir e que elas é que vão debater a questão de carreira e outros temas fundamentais.

A Secretária Geral do Sinfa-RJ também fez duras críticas à Reforma Administrativa, fazendo questão de mencionar que os servidores atuais também serão afetados e destacou o processo desenvolvido pelo Sinfa-RJ para manter sua base informada:

“Nós, aqui do Sinfa-RJ, estamos fazendo, toda semana, uma live. São lives sobre processos judiciais em curso e debates sobre a Reforma Administrativa. Estamos buscando despertar a base, que está entorpecida achando que não será atingida pela Reforma Administrativa, com informações semanais sobre esses temas.” – destacou, Arlene.

A Diretora de Imprensa do Sinfa-RJ, Maria de Fátima Pilar Santiago, afirmou que o Sinfa-RJ, junto com a CTB-RJ, tem feito muitas intervenções contra a Reforma Administrativa e valorizou o trabalho de debates promovido pelo Sinfa-RJ através de suas Lives e de ações jurídicas como a Operação Grande Muralha. Maria de Fátima também defendeu mais respeito aos servidores:

“Apesar do Guedes falar que o servidor é incompetente, nós seguimos trabalhando na pandemia e nos dedicando. Somos servidores qualificados, atuamos ao lado dos militares em suas missões e devemos ser respeitados. E quando falo em respeito não falo apenas na questão do tratamento, estou falando da questão remuneratória, do plano de carreira que deixou o administrativo de fora, da questão do PGPE que o Sinfa-RJ vem lutando faz muito tempo.” – defendeu Maria de Fátima.

Após mais de duas horas de ricos debates sobre a situação dos servidores, os presentes encaminharam por consenso a nova direção do DOMC, que terá entre os membros de sua coordenação dois diretores do Sinfa-RJ: a diretora de imprensa, Maria de Fátima Pilar Santiago e o Diretor de Assuntos Jurídicos, Gilson Britto.

0 Comentários

Últimas notícias

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

BC avalia queixas sobre cadastramento indevido no Pix

O Banco Central (BC) está atento às queixas sobre cadastros indevidos no Pix, que levaram o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP) a notificar fintechs ne...

Ler mais
terça-feira, 20 de outubro de 2020

Líderes no Congresso defendem estabilidade do servidor

Pesquisa do Congresso em Foco aponta que, para 72% dos líderes do Congresso, estabilidade dos servidores é importante. Sobre a inclusão de juízes, parlamentares e membros do Ministério ...

Ler mais
terça-feira, 20 de outubro de 2020

Sinfa-RJ realiza live jurídica na próxima quarta-feira (21)

Amanhã é dia de Live Jurídica do Sinfa-RJ! Dessa vez, o Presidente Luís Cláudio de Santana receberá os advogados que prestam serviço ao Sinfa-RJ, Dra Talita Barbosa e Dr Rian Sant'anna...

Ler mais

Informativos





Rua da Quitanda, 45 / 6º andar - Centro - Rio de Janeiro / RJ - CEP: 20.011-030 | Telefones: 21 2507.5156 / 2507.5178 / 2507.5235