Reajuste do Judiciário ficará abaixo do proposto pelos servidores, diz Barbosa

O veto ao projeto que reajustava em até 78% os salários dos servidores do Judiciário ocorreu porque o pedido não estava em linha com a realidade econômica do Brasil, disse hoje (22) o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa. Ele lembrou que as negociações de propostas alternativas para a categoria estão em curso, mas disse que os reajustes ficarão menores que os desejados.

 

“Estamos atravessando um período de atividade mais baixa. Não é adequado, num momento deste, propor um aumento excessivo de salários seja qual for a categoria. Estamos em contato com o Poder Judiciário por uma proposta alternativa e temos sugerido cenários de reajuste. É possível ter aumento, mas na magnitude proposta pelo projeto de lei”, disse Barbosa.

 

Segundo Barbosa, as negociações com os servidores do Judiciário terão como referência a proposta apresentada pelo governo aos funcionários do Executivo, de 21,3% pagos de forma parcelada nos próximos quatro anos. “Desde março, estamos em negociação com os servidores para conseguir um acordo de médio prazo e compatível com a situação econômica”, destacou.

 

Agência Brasil    

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Deixe um comentário