Comissão da Câmara aprova proposta que autoriza corte em salário de servidor

SINFA RJ » Destaques » Política, Economia e Sociedade

Com a aprovação na CCJ da Câmara, a proposta precisará agora ser analisada por uma comissão especial, que ainda não foi instalada. Esse trâmite só deve ocorrer em 2020. Enquanto isso, a PEC emergencial, do Senado, está parada. A presidente da CCJ no Senado, Simone Tebet (MDB-MS), já admitiu que o texto é polêmico e deve enfrentar resistência na Casa.

A proposta que avançou nesta quarta prevê gatilhos para que o governo consiga cumprir a chamada regra de ouro, dispositivo constitucional que proíbe que a União se endivide para pagar despesas correntes. Essa regra já foi descumprida neste ano e será novamente em 2020.

Essa condição de desequilíbrio autorizaria o governo a promover as medidas de ajuste, o que inclui a redução temporária da jornada de trabalho e dos salários de servidores e suspensão do pagamento do abono salarial.

Ao defender a aprovação da medida na CCJ, Pedro Paulo disse que o ajuste fiscal é necessário para o cumprimento das políticas públicas. O parlamentar também afirmou que encaminhar a proposta da Câmara pode fazer com que a Casa retome o protagonismo da medida.

— O que está em discussão é a autonomia e a legitimidade da Câmara dos Deputados para discutir essa matéria. Essa PEC, eu apresentei ela em 2018, e o governo encaminhou no Senado uma PEC que é um “Ctrl+C Ctrl+V” desta PEC — criticou o parlamentar.

Fonte: Jornal Extra

0 Comentários

Últimas notícias

segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Primeiros atingidos pela reforma da Previdência são os portadores de doenças graves

Com a promulgação da EC 103/2019, os primeiros a sofrer os impactos da reforma da Previdência, no serviço público, foram os portadores de moléstias graves, doenças incapacitantes, cade...

Ler mais
segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Governo considera enviar Reformas Administrativa e Tributária juntas

O presidente Jair Bolsonaro pretende, assim que voltar ao Brasil, definir com o ministro da Economia, Paulo Guedes, as prioridades na agenda de pautas que precisam ser enviadas ao Congress...

Ler mais
sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

Fim da isenção do duplo teto para incapacitados

Coluna publicada no Jornal Extra, nesta sexta-feira (24) revela que os servidores e servidoras do serviço público federal, com doenças graves ou incapacitantes, não tem mais direito à is...

Ler mais

Informativos





Rua da Quitanda, 45 / 6º andar - Centro - Rio de Janeiro / RJ - CEP: 20.011-030 | Telefones: 21 2507.5156 / 2507.5178 / 2507.5235