Servidores promovem Dia Nacional de Luta contra Reforma Administrativa

30 de setembro será um importante dia de lutas contra a reforma administrativa. Trabalhadores do serviço público estão organizando atos por todo o país para lutar contra mais este ataque. Manifestações são esperadas na maior parte das capitais e atos virtuais também devem ocorrer. 

O dia nacional de lutas foi construído nos estados em conjunto com sindicatos e organizações dos servidores públicos federais, estaduais e municipais. Os trabalhadores realizaram plenárias nos estados congregando sindicatos e movimentos e organizaram este dia de lutas. As centrais sindicais se reuniram em 22/09 e acordaram a adesão na luta contra a reforma e o chamado para as manifestações do dia 30. 

Esta será a primeira grande ação dos trabalhadores contra a reforma. Os atos poderão dar os contornos para uma importante luta para derrotar a reforma de Guedes, Maia e da classe dominante. Derrotar a reforma poderá ser decisivo não apenas para os trabalhadores do serviço público, mas para o conjunto dos trabalhadores brasileiros. Confira a agenda de manifestações:

Rio de Janeiro (RJ): Ato às 16 horas na Candelária. A manifestação é organizada por sindicatos do funcionalismo das três esferas. Também no Rio, um ato é chamado para as 11 horas em frente ao HUPE.

São Paulo (SP): Avenida Paulista (concentração no Fórum Pedro Lessa) às 17 horas e também virtual na página do Fórum dos Trabalhadores do Setor Público do Estado de São Paulo. Os atos no estado foram organizados pelo Fórum que reúne os trabalhadores do serviço público federal, estadual e dos municípios do estado, junto a outros sindicatos, movimentos e centrais. 

Santos (SP): Ato às 12 horas, na Praça Augusto Cerqueira, ao lado do Hospital da Zona Noroeste. 

Campinas (SP): Ato às 17 horas, no Largo do Rosário.

Belo Horizonte (MG): Ato às 09h, concentração na Praça da Estação. O ato é chamado pela APUBHUFMG; CSP-Conlutas; CTB; CUT; FONASEFE; Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular, dentre outros sindicatos.

Vitória (ES): Ato às 16 horas na Praça Costa Pereira chamado por um conjunto de entidades – Fórum Capixaba em Defesa da Vida dos Trabalhadores; CSP – Conlutas; CUT; Intersindicacl; CTB; ADUFES; AEPET; AFIDAF; ANFFA Sindical; ASSIN; CNTE; Coletivo Educação pela Base; Coletivo LUTE-ES; Corrente Sindical e Popular Resistência; DCE UFES; Núcleo Capixaba da Auditoria Cidadã da Dívida; MST; SINASEFE; PAD – VIx; Sindibancários; SINDISMUVI; Sindiupes; Sindpetro; Sindiprev; Sindpúblico-ES; Sindsaúde-ES; Sintect; Sintufes; Sisma; SISPCM; SISPMI;UNCME.

Fortaleza (CE): O ato será às 09 horas, no Edifício Sede dos Correios (Rua Senador Alencar, Centro). O chamado é feito pela CSP Conlutas, CUT, CTB, Intersindical em conjunto com os sindicatos dos trabalhadores.

Recife (PE): Ato às 09 horas na Avenida dos Guararapes (com a rua do Sol) chamado pelas centrais CSP-Conlutas; CUT; UG; CTB; Intersindical; e pelas Frentes Povo sem Medo e Brasil Popular.

Porto Alegre (RS): Ato unificado às 11 horas, em frente ao Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre. O ato é chamado pelo Fórum dos Servidores Públicos do Rio Grande do Sul. Também em Porto Alegre uma carreata está sendo chamada às 09 horas com concentração no Largo Zumbi dos Palmares.

Florianópolis (SC): Ato às 10 horas, em frente a Assembleia Legislativa de Santa Catarina. A manifestação é organizada por um conjunto de entidades dos trabalhadores do serviço público das três esferas, pelo fórum dos servidores. 

Cuiabá (MT): Uma carreata está programada para às 14 horas, com a saída em frente a guarita 1 da UFMT (Rua Fernando Correa). Pela manhã, às 08 horas, deve ocorrer panfletagem em frente às agências da Caixa Econômica Alziro Zahur, Morada do Ouro e Couto Magalhães. 

Ainda no Mato Grosso o SISMA-MT chama carreatas às 14 horas nas cidades de Rondonópolis, Cáeres, Tangará da Serra e Sinop

Brasília (DF): Ato às 09:30 com concentração no espaço do servidor (Esplanada dos Ministérios) e em frente ao Ministério da Economia.

Rio Branco (AC): O ato ocorre às 09 horas no Parque da Maternidade (Terminal Urbano), organizado pelo Fórum sindical, popular e da juventude do Acre.

Belém (PA): Também às 09 horas, o ato será no São Brás na Praça do Rotary (em frente às lojas americanas).

Aracaju (SE): Ato será às 15 horas na praça Camerino. O chamado é feito pela CSP-Conlutas, CUT, CTB, UGT, Frente Povo Sem Medo, UNE e outras entidades e movimentos.

Natal (RN): Um ato está sendo chamado às 15 horas em frente ao Midway. O ato é convocado pelas centrais CSP- Conlutas, CUT, CTB, Intersindical e Pública.

Salvador (BA): 14 horas no Campo Grande. O ato é chamado pelo Fórum Baiano em Defesa do Serviço Público.

Goiânia (GO): Uma carreata deve acontecer às 09 horas, com concentração no Paço Municipal, chamado pelo Fórum Goiano em Defesa dos Direitos, da Democracia e da Soberania.

São Luis (MA): Ato às 9h em frente ao Ministério da Economia (Canto da Fabril). 

Teresina (PI): Ato às 8h, na Praça Liberdade.

Curitiba (PR): Os sindicatos convocam para participação virtual com tuitaços às 11 horas e às 18 horas, com as hashtags #EuDefendoServiçoPublico e #NãoaReformaAdministrativa

Santa Maria (RS): 14h – Carreata com concentração na Avenida Roraima (UFSM)

Bagé (RS): 17h30 – Praça do Coreto (Av. Sete de Setembro)

Caxias do Sul (RS): 16h30 – Em frente ao Centro Administrativo Municipal (Rua Alfredo Chaves, nº 1333)

Cruz Alta (RS): 10h – em frente à Prefeitura (Av. General Osório, 533)

Passo Fundo (RS): 17h – Carreata com concentração na Gare às 16h30

Pelotas (RS): 11h – Hospital Escola UFPEL (R. Prof. Dr. Araújo, 538)

Rio Grande(RS): 11h – na frente da área acadêmica do Hospital Universitário (R. Visc. de Paranaguá, 102)

São Leopoldo (RS): 11h – Praça do Imigrante (em frente à Câmara de Vereadores)

Virtuais: 

O Fórum dos trabalhadores do serviço público de Santa Catarina organizam um ato virtual às 16 horas que será transmitido pelo Sintufsc

O Fórum Rondoniense sobre a Reforma Administrativa que congrega vários sindicatos também realiza um debate às 16 horas (horário de Rondônia), transmitido pelo Sindsefro;

O Fórum das Seis (que reúne técnicos e docentes das estaduais paulistas) em conjunto com Fórum dos Trabalhadores do Setor Público do Estado de São Paulo também realiza um ato online às 19 horas que será transmitido pela ADUSP.

*Contém informações de CTB e Unidade da Esquerda.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Deixe um comentário